Aspectos Gerais

Geografia
Localiza-se a uma latitude 22º34'50" sul e a uma longitude 47º31'07" oeste, estando a uma altitude de 608 metros. A população é de 19.700 habitantes, porém sujeita as flutuações à maior durante a safra de cana de açúcar. A migração e rotatividade de trabalhadores temporários é intensa, gerando dificuldades para o planejamento adequado na área da saúde, habitação, transporte, emprego fixo e outras variáveis que diretamente afeta à área da saúde.

Demografia
Dados do Censo - 2000
População total: em torno de 18.000
Densidade demográfica (hab./km²): 134,91
Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 10,16
Expectativa de vida (anos): 70,55
Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,92
Taxa de alfabetização: 93,68%
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,828
IDH-M Renda: 0,767
IDH-M Longevidade: 0,827
IDH-M Educação: 0,891
(Fonte: IPEADATA)

Turismo
A Fazenda Morro Azul: A fazenda Morro Azul, têm sua origem na Sesmaria do Morro Azul, situada nas cabeceiras do Ribeirão do Pinhal, que em 13 de janeiro de 1817, foi concedida ao Tenente Joaquim Galvão de França e Manoel de Barros Ferraz. Sua formação ocorreu por volta de 1820.

Seu primeiro proprietário foi o Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão, um dos mais importantes defensores da Independência do Brasil. Este nobre cidadão, participou com outros poucos patriotas, oferecendo seu capital, para reposição do dinheiro do Banco do Brasil, cujos cofres, haviam sido esvaziados pela família real, por ocasião de seu retorno a Portugal. Não é mera coincidência, o nome dado à cidade de Campos do Jordão, e vale a pena observar que o terreno, no qual foi construído o Museu do Ipiranga, pertencia ao influente Brigadeiro.

A sede da Fazenda foi construída entre 1868 e 1877, pelo seu filho, Silvério Rodrigues Jordão. Todo o material de construção, canos, blocos, vidros, móveis, portas e janelas, veio da Europa, e a partir de Campinas, em carros de bois, por 120 km de lamaçais.

Enquanto a maioria das fazendas de café têm estilo colonial, são belas e amplas, porém, sem maior criatividade, o Solar da Morro Azul se destaca pela excelência de seu projeto arquitetônico e sua forma apalacetada, sendo a única sede rural brasileira com azulejos, portugueses e ingleses, utilizados na decoração de sua fachada. No processo de tombamento, ocorrido em 1973, comandado pelo pesquisador, Arlindo de Salvo, foi considerada como, "Talvez o mais requintado exemplar de fazenda do Século XIX".

Por ter hospedado, duas vezes o Imperador Pedro II, é conhecida na região, como a Fazenda do Imperador, mais precisamente, como Casa de D. Pedro.

Atrativos: A entrada, com estrada cercada de Palmeiras Imperiais e Pau Ferro, demonstrando proximidade com a Família Real. No interior da casa, o visitante encontrará, papéis de parede franceses e ingleses, gobelinos e quadros antigos, uma bela capela dourada, vizinha à "Sala de Visitas Imperial", lustres e móveis do século XIX, biblioteca, com livros raros e os quartos e camas, em que dormiram, o Imperador D. Pedro II, a Imperatriz e a Princesa Isabel.

Na área externa o visitante se deliciará com um riacho de pedras, a floresta com seu centenário jequitibá, a gruta construída pelos escravos e um magnífico conjunto de salas de banho, constituindo as Ruínas das Termas do Imperador. A Fazenda Morro Azul, está aberta para visitações, previamente agendadas, para grupos organizados, com opção para serviço de restaurante. Os passeios, serão acompanhados por guias ou por pessoas ligadas à família proprietária

Hidrografia
A cidade de Iracemápolis é cortada pelo Ribeirão Cachoeirinha, cuja nascente está situada no Morro Azul e o mesmo desemboca no Rio Piracicaba (São Paulo). A sua margem está em fase de recuperação da mata ciliar.

Rodovias
SP-151
SP-306
SP-147

Educação
O município de Iracemápolis possui nove escolas municipais, sendo quatro de ensino fundamental do ciclo I e cinco escolas de educação infantil. E também possuí três escolas estaduais e uma escola particular que atende crianças do maternal ao ensino médio.

Possui quatro creches, sendo uma municipal. Recentemente inaugurada a "Faculdade Interativa Novo Tempo de Iracemápolis".

Saúde
O prédio da Coordenadoria Municipal de Saúde, sede da gestão municipal de saúde, fica a Rua Cesarino Borba, 486, Centro, e a atual Coordenadora Municipal de Saúde é a Sra. Maria Margareth Capobianco Degaspari (gestão 2009-2012). Contamos com 7 unidades de saúde e 5 consultórios isolados de odontologia no município: Coordenadoria Municipal de Saúde que é compartilhado com a Vigilância em Saúde (VE, VISA e Zoonoses), Unidade de Fisioterapia Municipal Geraldo Granço, UBS Dr. Ângelo Arlindo Lobo com serviços de PACS, UBS Angelina Platinetti Massari, USF Maria Neves Alexandrino (PSF), CESMI – Centro de Especialidades Médicas de Iracemápolis, Pronto Socorro Municipal e 5 consultórios isolados de odontologia nas escolas.

Mesorregião: Piracicaba
Microrregião: Limeira
Região metropolitana 
Municípios limítrofes Norte: Cordeirópolis, Santa Gertrudes;
Leste: Limeira;
Sul: Piracicaba;
Oeste: Santa Bárbara D'Oeste.
Distância até a capital: 170 km

Características geográficas
Área 115,947 km²
População 19.700 hab. est.
Densidade 158,4 hab./km²
Altitude 608 m
Clima tropical de altitude Cwa
Fuso horário UTC-3
Indicadores
IDH 0,828 elevado PNUD/2000[3]
PIB R$ 387.117 mil
PIB per capita R$ 21.581,00

Fontes: IBGE